Design e criatividade invadem banheiros contemporâneos

Design diferenciado, requinte sem onerar o orçamento, charme com um toque de simplicidade. Estas são as palavras de ordem quando o assunto é projeto de banheiros e lavabos contemporâneos.
Carregar estes ambientes com materiais caríssimos de cima a baixo deixou de ser sinônimo de elegância. A mistura de materiais é bem vinda e oferece glamour e leveza, sem perder o aconchego necessário em ambientes tão íntimos. O mármore, pode e deve ser usado, porém de uma maneira menos ostensiva, mesclado com pinturas lisas ou texturas.
Os projetos variam de acordo com o tamanho do espaço e a necessidade de quem vai usá-lo. De qualquer modo, existem algumas regras básicas que valem para qualquer metragem. A escolha dos revestimentos deve valorizar o ambiente. O mercado oferece uma gama de opções, entre elas as partilhas de vidro coloridas que são usadas com freqüência nas áreas molhadas. Mas atenção. O excesso de cores fortes precisa ser evitado. Azul, vermelho, verde e preto dão vida a um projeto, desde que sejam usadas de forma equilibrada. Cabe ao arquiteto projetar um layout diferenciado com esse material. Curvas que acompanham o movimento das bancadas são uma excelente opção.
O uso de plantas também é importante para dar naturalidade e graça ao ambiente. Pequenos jardins, nos cantos do banheiro ou embaixo dos gabinetes, garantem graciosidade sem ocupar espaço. Utilizar gesso no teto, projetando desenhos e pontos diferenciados de iluminação indireta, ajuda a deixar o banheiro mais requintado, com baixíssimo custo.
O ideal é que o espaço seja mais amplo, principalmente se o banheiro for de casal, para evitar atropelos. O uso de duas cubas e bancadas independentes, com tampos de mármore ou granito, resolve a eterna disputa de espaço entre os cosméticos dela e os cremes de barbear dele. As cubas merecem atenção especial. O mercado oferece modelos com design inovador, que fazem toda a diferença. Peças altas, quadradas, ovais, com declive, sem ralo aparente, enfim, uma infinidade opções que conferem um toque especial. A regra de duas cubas também vale para os vasos sanitários. A idéia é oferecer maior conforto ao casal.
Para evitar atropelos na hora do banho, a utilização de duas duchas é um recurso interessante. Existem muitos modelos e tamanhos para os misturadores e metais em geral. Dê preferência aos mais modernos, com ¼ de volta, que têm maior durabilidade. Em um projeto contemporâneo também não podem faltar pontos de telefone e televisão, além da internet sem fio.
Espelhos acima das pias criam um efeito de infinito e de amplitude. A iluminação desses ambientes deve ser projetada cuidadosamente, com luz artificial e, sempre que possível, com luz natural. Grandes janelas e clarabóias no teto auxiliam nessa tarefa.
Em um banheiro mais espaçoso, o uso de banheira, compondo a área de banho, sofistica o ambiente. Ela deve estar separada do box, pois assim permite que enquanto uma pessoa use a ducha, a outra desfrute do relaxamento da banheira.
No caso dos lavabos, as regras são as mesmas, mas como o ambiente vai ser usado por pessoas que não são da casa, alguns cuidados devem ser tomados para evitar constrangimentos:
• Decore com o que é realmente necessário. Muitos acessórios podem criar um efeito over.
• Sabonete líquido é prático e de uso individual. Se preferir barras, uma alternativa são as pequenas.
• As toalhas devem estar impecáveis. Deixe mais de uma à disposição.
• Quando receber muitos convidados, vale deixar alguns remedinhos para eventuais mal-estares.
• Garanta um aroma agradável com velas, sprays ou sachês. Os cítricos são boa pedida.
• Flores, de preferência naturais e frescas, ajudam a garantir o bom astral no ambiente.
• Uma delicadeza a mais é deixar um pote com refrescantes balas de menta.

Fonte: Macchina de Comunicação