Espaço para brincar

Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris_Casa das Águas _ BrinquedotecaCenário de aventuras, colorido, criativo, acolhedor e seguro, muito seguro. Esta é a melhor definição para um quarto de brincar projetado dentro de uma casa. Conhecido também como brinquedoteca, este ambiente é o sonho de consumo de pais e filhos e a solução encontrada por muitas famílias para que as crianças tenham um espaço adequado para brincar, sem desorganizar a casa inteira.

“Os clientes que solicitam uma brinquedoteca são aqueles que têm filhos com idade de até 10 anos. A ideia é concentrar em apenas um ambiente os brinquedos preferidos. Nosso grande desafio é tornar a sala de brincar acessível aos menores, com recursos que possibilitem sua organização quando a brincadeira tiver acabado. Não podemos esquecer que as crianças crescem. Por isso este espaço deve ser pensado para que no futuro tenha outra finalidade, como por exemplo, um quarto de estudos”, conta o arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris.

Para o projeto Casa das Águas (destaque na foto), ele criou este espaço especial para crianças, levando em conta segurança, funcionalidade e harmonia de formas e cores. No quesito segurança é necessário evitar cantos vivos que provoquem batidas graves em pernas, braços e cabeça. Vidros, espelhos e objetos cortantes deixados ao alcance das mãos da criançada também devem ser evitados, assim como as tomadas de força. É importante ainda que o ambiente esteja localizado próximo o convívio dos adultos, para que o monitoramento seja constante.

No que diz respeito à funcionalidade, é fundamental a existência de nichos, prateleiras e gavetões para acomodar e organizar os brinquedos. O toque de originalidade e imaginação fica por conta do arquiteto, que pode usar elementos lúdicos no ambiente.

“Em um de nossos projetos, utilizamos na parede círculos coloridos de acrílico, com a função de abajur. Também criamos um painel para recados e um móvel funcional para acomodar os brinquedos. Projetamos ainda um painel com círculos amarelos, estilizando uma “pegada” de animal. No centro da “pegada” foi instalada uma tela de LCD para os jogos de vídeo game e filmes de DVD. Acompanhando os círculos de acrílico, trabalhamos o mesmo desenho no teto de gesso”, disse ele.

Por se tratar de um espaço usado por crianças, Kílaris recomenda a pintura com tinta não tóxica e piso emborrachado ou laminado de madeira para evitar acidentes. O uso de um tapete também é importante para colorir, decorar e também aquecer o espaço.

“O ideal é projetar os móveis fixos com cores claras  ou tons crus. Armários, nichos, estantes, mesas para desenho, devem ser clean. A cor deve ser colocada em objetos fáceis de serem trocados, como tapete, almofadas e os próprios brinquedos das crianças, usados como objeto de decoração. O importante é que o resultado final atenda as necessidades dos filhos e ofereça tranqüilidade aos pais. Quando atingimos estas duas metas, temos a certeza do trabalho bem realizado”, pondera Kílaris.

www.arquitetoaquiles.com.br

www.youtube.com/kilaris

www.instagram.com/Kilaris